Pois é…Prometi novidades, mas elas estão mais difíceis do que pensei!

Configurar um blog do zero, mantendo o conteúdo é difícil, gente! Tô levando um baile do WordPress…Mas com calma chego lá.

Este post é mais pra falar que logo logo eu tenho o meu .com.br funcionando direitinho!

Ps: se você, amiga blogueira, já fez isso alguma vez e consegue me ajudar, me manda email? Tô perdidinha…

Vocês já perceberam como a vida é cheia de fases?

Primeiro você está no colégio e, de repente, a moda são festas de 15 anos. Depois 18. Depois formatura. Depois casamento. Depois filhos. Depois festinhas de 1 ano, aniversários de casamento, e por aí vai…

Parece que o mundo se mobiliza por aquela “fase” durante um período da sua vida….Na verdade nada mais é do que a evolução natural da sua idade…Chega a idade de fazer festa de 15 anos, de se formar, de ter sua casa e morar sozinho, se casar, de ter filhos…Algumas amigas casam antes, outras depois (e outras bem depois, né meninas?). :)

Enfim…Eu passei da fase de casamentos (mas parece que ela não saiu de mim). Ainda não cheguei na dos filhos e acho que esta vai demorar um pouquinho, mas…Minha cunha Sá e minha amiga Paulinha tiveram Babies no mesmo dia. Várias pessoas tendo filhos e as pessoas no trabalho estão grávidas. Aliás, uma está e outra estava. Vou explicar:

O Eric estava grávido – o Baby Arthur acabou de chegar ao mundo (no último domingo). A Gabi está ainda. O Benjamim chega por aqui em Maio, mas já anda desfilando pelos corredores por aí.

Resumindo: Gabi e Eric são internautas natos. E os dois têm seus blogs para falar sobre a paternidade/maternidade.

O SuperPai é do Eric. Segundo ele, ser pai é coisa de herói (e deve ser mesmo). O Blog da Gabi fala de tudo um pouco, e nos últimos tempos, fala bastante sobre a chegada do Ben.

Se você é pai, vai ser pai, tem vontade de ser pai ou está passeando pela internet, vale a visita.

Se você é mãe, vai ser mãe, tem vontade de ser mãe ou está passeando pela internet, vale pra você também.  :)

 

Ahhh. Amei a versão felina do 127 horas…Ver gatinhos fofos assim, com essa carinha carente, me faz lembrar da minha Tinoca e do quanto sinto saudades de ter um bichano.

O meu, quando (e se) vier, já tem nome: Petit Gateau! :) Nome escolhido por mim e pelo maridão enquanto comíamos um delicioso Petit Gateau no América.

Mas voltando ao título deste post….

Pros amantes de gato, vi no Reino d’almofada.

O Blog fez aniversário e nem presente pra ele eu dei ainda.

Agora que ele está na fase “adolescente” dele, conquistando mais leitores, acho que tá na hora de ganhar uma URL decente, com direito a www, .com e .br. O que vocês acham?

Espero voltar com novidades em breve! :)

Ela existe? Depois de um final de semana gastronômico em Buenos Aires eu descobri que sim, ela existe!

E o nome não é batata frita, minha gente…É Papa Soufflé! Não que eu não tivesse comido batatas assim antes, mas achei que era alguma “loucura” de algum chef de cozinha, que fosse uma coisa difícil de fazer e que só tinha em restaurante caro. Mas lá eu descobri que é comum e me esbaldei na Papa Soufflé. É a batata gordinha, estufadinha. Vocês já viram?

Ela fica assim, gordinha, depois de duas “aventuras” no óleo: na primeira, é frita por 4 ou 5 minutos em óleo com uma temperatura média. Depois disso ela é frita, até dourar, numa outra panela com óleo fervendo (do tipo quase pegando fogo). Seu colesterol vai reclamar, mas eu juro que vale à pena. (para fritar você precisa colocar ela crua mesmo no óleo, cortada em fatias de 3 milímetros mais ou menos)

A próxima aventura é tentar fazer ela em casa. Ou na casa dos meus pais pra não sujar a minha cozinha. :)

El Palacio de la Papa Frita: Avenida Corrientes, 1612 – Buenos Aires, Argentina.

(Como diria o maridão, #ficadica)

Acho que por ler meus posts vocês já devem ter pecebido que sou meio atrapalhada, estou sempre correndo e avoada. Pois é. O blog completou 1 ANO e eu deixei passar. Assim…

Eu lembrava que era perto do Carnaval, mas me esqueci do fato simples que o carnaval muda de mês todo ano. Ou seja: Fevereiro em 2010 e Março em 2011. Faz quase 1 mês que o Blog fez um ano e eu simplesmente “si isquici”.

Foram 131 posts, 487 comentários, mais de 40 mil visitas e muitas pessoas que conheci neste 1 ano. Por isso, peço publicamente desculpas ao meu blog, mas acho que ele já sabe que a dona é meio louquinha, e agradeço a todos vocês pelas visitas!

Além disso, lembro que o meu primeiro post explicava porque casar era uma aventura – o que deu origem ao nome do blog. Por isso decidi repostá-lo aqui para comemorar.

Parabéns, Blog! :)

Porque Casar é uma aventura?

“Todo o casamento envolve uma preparação. Seja ele uma festa simples para amigos íntimos e família (que muitas vezes pode ser muito grande), seja ele uma festa grandiosa.

Durante anos e anos de namoro você mora com os seus pais. Tem casa, comida e roupa lavada. Tem computador, Internet e TV à cabo. Tem gato, cachorro e papagaio.
Durante estes anos, o seu grande sonho é poder morar junto da pessoa que você ama. Casar e construir uma família: a sua família. Com direito a tudo o que aprendemos com os nossos pais: carinho, respeito, amor, sinceridade, fidelidade, etc… E realmente é isso o que acontece.
Quando a decisão finalmente é tomada, você percebe que o que era para ser um conto de fadas vira uma “To Do List” sem fim:

- Vestido (o mais importante para toda noiva)
- Dia da Noiva
- Decoração e Buffet
- Convidados
- Lembrancinhas
- Foto e Filmagem
- Lua de Mel
- Comprar dólares
- Onde vou morar? Precisa reformar?
- Fazer a mudança

Fornecedores, fornecedores e mais fornecedores. A lista é sem fim e proporcional ao stress pré-casamento. Mas nada do que você passa nos preparativos para o seu casamento, te prepara para o que você terá que enfrentar depois da festa e da lua de mel.

A Vida de Casada é impagável – literalmente. A cada dia uma nova descoberta, a cada dia um pouquinho mais que você sabe sobre o seu companheiro e a cada dia momentos que fazem você ver que tudo valeu à pena. Todo o stress, todo o nervoso e toda a ansiedade se pagam com momentos simples, que enquanto você morava com os seus pais você não sabia que existiriam, você não imaginava que ia passar e na verdade você não tinha com que se preocupar.

Desde uma panela de arroz com muito mais sal do que arroz até arremessar o tubo de creme dental pela janela sem perceber. A vida de casada é impagável.

E é por isso que eu decidi começar este blog. Porque eu amo meu marido, porque eu amo estar casada e porque cada dia desta nova vida é uma aventura.”

Eu estava vendo de novo o vídeo que postei há alguns dias de como seria “Se o Homem Jogasse o Buquê” e me lembrei de quando eu joguei o buquê.

Dois fatos engraçados:

1) Reparem na minha foto jogando o buquê. Viram? Mas viram bem mesmo? Lá atrás tem o vídeo da retrospectiva e eu, quando criança, chorando literalmente feito uma criança!

2) No nosso casório não foi só mulher que foi atrás do buquê não. A mulherada estava toda lá, em peso, mas tinha um intruso – que por sinal, está se divertindo!


Fofo o amigo do maridão, né? Acho que no fundo o que ele queria era pegar pra ver a cara da mulherada “sem buquê”. :)

No fim das contas o meu buquê (de jogar) era daqueles que desmontava e várias pessoas pegavam (Maridão não gostou muito desta parte). Dentre elas, minhas irmãs queridas: Feca, Mari e Carol.

Como estou sem internet, meus posts estão sendo meio Copy + Paste, sabe?

Mas tudo bem, porque eu vi e não resisti.

Vi no Cantinho das Casadas uma Aula de Brigadeiro com a Juliana Motter da Maria Brigadeiro que saiu na TV Estadão. Como assim? Brigadeiro? Quero compartilhar tambééééém! Ctrl V, ativar!

Veja o vídeo aqui e a receitinha copiada do Cantinho das Casadas abaixo:

Ingredientes:

- 02 latas de leite condensado
- 08 colheres de sopa de chocolate em pó
- 02 colheres de sopa de manteiga

Modo de preparo:

Para começar coloque o leite condensado em uma panela, de preferência em uma panela de fundo grosso para o brigadeiro não queimar.

Misture o chocolate, coloque a manteiga e leve ao fogo baixo por mais ou menos 10 minutos, até que ele comece a desgrudar do fundo da panela.

Depois transfira para outro recipiente untado com manteiga e espere esfriar.

Depois que o brigadeiro estiver frio vem a parte mais gostosa, que é enrolar. Você enrola um, come dois e assim vai.

Passe um pouquinho de manteiga na mão como se fosse um creme. Com a ajuda de uma colher faça uma bolinha, enrole na mão e coloque no confeito. Ainda com a mão cubra todo o brigadeiro com o chocolate granulado ou outro confeito que você escolher.

Depois de enfeitado coloque na forminha e sirva em uma bandeja bem bonita.

:) Enjoy!

Tadinhoooooooo do noivo (ele pode ser considerado o noivo?)

Ele preparou uma cena toda romântica pra pedir a mocinha em casamento, no lugar em que eles se conheceram, e ela….

Sim, mais uma do meu querido Marketing na Cozinha!

Pra impressionar o maridão ou agregado, porque não dar um Up no visual do seu ovo cozido?

É super fácil e tem o passo a passo aqui.

Quem sou eu?


aventurasdecasada@gmail.com

Se cadastre para receber as atualizações do blog por email! ;)

Junte-se a 57 outros seguidores

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 57 outros seguidores