Há diversas partes em casar que você acha que vão ser o máximo. Mas que podem acabar virando um pouquinho chatas. Lista de casamento é uma delas.

Eu fiz duas listas de casamento: FastShop e Camicado.

Na primeira, Fastshop, fui com o maridão. Fomos com o intuito de escolher o que realmente queríamos em nosso apartamento e com este pequeno porém, demoramos quase 5 horas para fazer a nossa lista. Escolhemos a torradeira que gostávamos, a geladeira, medimos 3 vezes a geladeira para ver se cabia no “buraco” que tínhamos na cozinha (escolhemos, ganhamos e não coube), fogão, microondas, televisão, telefone, dock de ipod, despertador, porta-retrato digital e por aí vai.

A Fastshop é o paraíso eletro-eletrônico quando você está montando a sua casa. O único defeito é que você tem que anotar, na mão, referência de produto por produto. O lado muito legal da Fastshop é que você coloca mil coisas e, conforme as pessoas vão comprando, a sua lista vira uma “conta-corrente”. Você pode querer tudo exatamente como pediu e ganhou, ou juntar todo o dinheiro e começar tudo do zero e escolher outras coisas.

No Camicado fiquei insegura que eu não consegueria escolher tudo o que eu realmente precisava e minha super-sogra foi junto comigo. Eu tinha uma lista prévia, minha sogra sabia de mais mil coisas que precisávamos e uma moça “rodou” a loja com a gente, com aquela maquininha que lê códigos de barra, montando a lista. Escolhemos tudo: faqueiro, panelas, petisqueiras, vasos, centros de mesa, castiçais, etc. O único defeito é que não pudemos dar uma segunda volta pela loja. A atendente falou: “Montamos a lista em uma rodada pela loja só. A senhora deveria ter visto da primeira vez”. Ainda assim, dei mais uma volta e coloquei mais duas ou três coisinhas. Ah. E o Camicado troca só 30% dos seus presentes e não todos.

Durante os meses que antecederam meu casamento as lojas mandam emails falando dos presentes que você ganhou e eu ficava monitorando para incluir mais coisas para que todo mundo tivesse opção. E ficava vendo também o que tinha sido repetido (pra já saber o que eu precisaria trocar).

O mais legal das duas listas é abrir os presentes (ou emails, no caso da Fastshop) e ler os recadinhos dos convidados.

Ok. A parte legal acaba por aqui. Você casou, ganhou um monte de presentes, viajou e aí começa a parte chata das listas de casamento: as trocas. Você chega super cansado da lua-de-mel, começa uma vida nova, novinha em folha e seu apartamento não tem nada. Zero eletrodomésticos e eletrônicos e um monte de caixas da Camicado.

Explico:

Na Fastshop você precisa ir um dia para escolher tudo o que você realmente vai querer. Se tiver estoque você retira na hora, se não tiver eles entregam. Resumo: tínhamos nos adiantado e mandado entregar os eletrodomésticos básicos (geladeira, fogão, lava-louças e máquina de lavar roupas), mas não tínhamos nada do dia-a-dia. Aquelas 5 horas do dia de montar a lista foram repetidas, mas desta vez para decidir o que realmente levaríamos, o que realmente precisávamos e onde iríamos colocar as coisas. Depois de tudo decidido, pega tudo que tinha em estoque, coloca no carro, vai pra casa e vive no meio das caixas por alguns dias…

No Camicado eles entregam tudo com data marcada (a nossa foi na segunda feira pós lua-de-mel) e o seu apartamento fica abarrotado de tanta caixa. Você tem que abrir uma por uma, ver o que veio ok, o que veio quebrado e o que veio repetido. E o principal: ver se você vai ter lugar pra guardar tudo o que ganhou. Aí você marca um horário para fazer a troca.

Eu consegui trocar tudo o que eu queria mas foi num esquema meio “1, 2, 3 e Valendo!!!”: eu levei tudo que eu queria trocar, o atendente conferiu e me passou qual o valor que eu tinha para gastar. Pois bem: tinha 1 hora pra gastar toda aquela grana sem ter noção de onde começar. Peguei o carrinho e saí correndo pela loja feito uma louca com a calculadora na mão. Levei até edredon pra casa! 🙂

Neste meio tempo posso falar que morei 15 ou 20 dias em uma zona completa. O quartinho de TV era intransitável. Tinha 4 caixas da Camicado (são caixas grandes, com outras caixas dentro) e caixas e caixas de coisas da Fastshop. Posso dizer que minha vida de casada, com a casa em ordem, como é o sonho de todo mundo começou 1 mês e meio depois do casamento (contando o período de lua-de-mel e das listas de casamento).  Demorou mas valeu à pena!

Seus primeiros 15 ou 20 dias de casada, você imagina aquela coisa romântica, né? Não. Agora você já sabe!

Obs: Fica aqui o agradecimento prévio a todos os amigos e familiares que deram seus presentitos e a gente não conseguiu agradecer até hoje. Calma! Os cartões virão – Quem sabe no aniversário de 1 ano de casados. Ehehehehe!

Anúncios