Eu não gosto de futebol e ponto. Não entendo as regras, não entendo os 22 homenzinhos correndo de um lado pro outro e não vejo muita graça.

Em época de Copa do Mundo posso dizer que estou meio ferrada, né? Ainda assim, visto a camisa e participo da bagunça, mas sempre prestando pouca atenção no jogo. Não convém aqui falar que eu torcia para o time do Ronalducho, porque eu não torcia…só falava que era Corinthiana.

Mas enfim…Este post é pra falar do dia em que eu “virei” Santista. O Santos é um puta time (Pelé, Robinho, Diego, Neymar, Futebol, Brasil, Zuma, etc…) e é o time do maridão. Como ele sabe da minha aversão futebolística, há uns 3 anos atrás eu ganhei um presente de aniversário bem convincete e vira-camisa: uma camisa oficial do Santos (baby look, of course), um almoço à beira do mar em Santos, uma entrada para o museu do Santos e, obviamente, uma partida no estádio.

Saímos de SP, comemos um belo bacalhau e uma paella num restaurante recomendado por uma super amiga-madrinha santista (da cidade, não do time) e fomos para o museu. Vimos toda a história do time, camisas usadas pelo Pelé, jogadores, títulos, etc e depois a partida contra o time X que eu não lembro qual era. Não lembro nem se o Santos ganhou ou pedeu, mas como o meu sonho sempre tinha sido ir em estádio, o dia foi bem feliz porque o sonho se realizou. E eu, automaticamente, virei a camisa.

Foi uma experiência única e bem divertida. Acho que foi a única vez na vida que realmente torci e gostei de ver um jogo de futebol.

Virei a camisa porque, se eu estava apaixonada e gostava daquele “mocinho”, eu tinha que me converter. O Santos passaria a reger o humor do namoro em alguns dias, o clima de ansiedade em vésperas de final, os domingões com visita em casa pra assitir o peixe e tudo mais. Só cabe a mim entender, participar e torcer (um tiquinho só).

Nesta época ele está bem odiado pelos “concorrentes”, né? Nesse fervor Santista, já narrei jogo do Santos no MSN pro maridão enquanto ele trabalhava, já ajudei a pendurar camisa autografada do Pelé na parede, já esperei horas e horas o maridão discutindo o Santos no telefone com o Sogro, já montei um esquema pra ir comprar ingresso da final para o maridão. E hoje estou aqui, aflita com esta final, esperando o jogo acabar, e o Santos vencer, e o maridão chegar em casa feliz e campeão!!!!!

PS: não gosto mesmo de futebol, mas passei mal nestes últimos 10 minutos do jogo.

Anúncios