You are currently browsing the tag archive for the ‘Dia da Noiva’ tag.

No dia do meu casamento!!!

Eu já falei do meu dia da noiva aqui, mas o que eu não falei foi que no dia do meu casamento o meu pai sumiu.

Eu estava lá, toda nervosa, me arrumando para casar e precisava (entenda que no dia da noiva, você pode precisar o que você quiser) de pães de queijo. Isso porque na aula de noivos o padre tinha falado que uma das causas mais comuns dos noivos passarem mal no altar era por não terem comido nada e eu não queria passar mal…portanto, precisava dos pães de queijo.

Sendo assim, pedi para o papito ir até a padaria perto de casa para comprar pães de queijo pra mim. Queria comer antes de comceçar a me maquiar para poder escovar os dentes…O problema é que ele sumiu!

Acho que passaram umas duas horas até ele voltar pra casa e neste meio tempo meu irmão estava vindo nos encontrar. Ele passou na padaria e comprou meus pães de queijo.

Meu pai apareceu uma hora depois com alguma desculpa esfarrapada de quem tinha ido resolver alguma coisa muito importante. Note que uma coisa muito importante no dia do casamento da sua filha era meio que estranho…Há algo mais importante (e desesperador) para um pai do que sua única filha mulher casando???

A esta altura eu já tinha comido todos os pães de queijo, escovado os dentes, me maquiado, e estava quase indo me vestir. Ele se vestiu rapidinho e fomos pra igreja.

Com todo o corre corre de casamentos, nem lembrei de contar pro então recém-marido o que tinha acontecido e aproveitamos a festa.

Quando chegamos em casa depois da festa* eu descobri o que ele tinha tramado a tarde toda:

Nosso apartamento estava todo decorado com pétalas de rosas na sala e na cama, uma caixa linda de trufas de chocolate e um champagne geladinho na geladeira, esperando por nós. Além disso, toalhinhas bordadas lindas e recadinhos desejando muitas felicidades para nós…Desmanchamos na hora!

O sumiço deixou a noiva desesperada, com fome e brava, mas valeu à pena!

Thanks, Papito e Mamuska!

* Nossa noite de núpcias foi em casa. Depois de 6 meses de reforma do apartamento, quando ele estava finalmente prontinho e esperando por nós, tudo o que mais queríamos era passar nossa primeira noite de casados na nossa casinha e não em um hotel. Com o toque especial que recebemos de surpresa, não faltou nadinha!!!

Anúncios

Quando eu comecei a pensar em onde fazer o dia da noiva eu simplesmente desisti. Milhões de salões, tratamentos, possibilidades e um mais caro que o outro.

Resolvi fazer meu dia da noiva em casa. (E com isso veio a super cilada deste post aqui).

Achei mais legal pois eu estaria com a milha família o dia todo, na minha casa, com os meus bichinhos fofos (Luna e Tinoca – a gatinha que aparece no topo do bolo comigo e com o maridão), o meu banheiro e tudo que eu pudesse imaginar em querer à mão.

Tirei a sexta-feira antes do casamento para relaxar. Depois de muito procurar e graças à ajuda de uma super madrinha, achei os “Luizes”.

O primeiro Luiz é amigo da minha mãe e é massagista e fisioterapeuta.Fui no cabelereiro adiantar tudo que era possível (mão, depilação, sobrancelha, pé, etc) e depois o Luiz estava em casa me esperando.

Fiz 4 tipos diferentes de massagem que só faltaram me fazer dormir – Drenagem, esfoliação, massagem hidratante e massagem relaxante.  Delícia! Depois de tudo isso foi a vez do noivo, que sim, dormiu profundamente.

O segundo Luiz foi indicado por uma super amiga e madrinha. Ele é maquiador da MAC, já foi da Dior, Sisheido, etc… Foi super atencioso, me mandou um email explicando tudinho como funcionava e fiquei aliviada de finalmente tê-lo encontrado.

Marcamos um dia só para o teste de maquiagem e cabelo (com a Mamuska presente para dar pitacos). Ele fez de tudo, me explicou tudo e até me enrolou numa toalha de jantar branca para ver se o contraste estava bom. Além disso, foi super preocupado em tirar fotos para ver se eu não ficava branca demais com o make.

No dia do casório me senti uma Diva. O Luiz e o Vitor, seu assitente, chegaram em casa e meu dia da noiva finalmente começou. A Léo, nossa manicure, foi pintar nossas unhas (sou meio estabanada e borro a unha 5 minutos depois de ter pintado, por isso achei melhor fazer no dia) enquanto eles nos preparavam para a maquiagem.

A Mamuska, que também estava super ansiosa, se maquiou junto comigo e ficou LINDA! O Luiz e o Vitor ajudaram e me vestir, calçar sapatos, passar pefume e colocar brincos. Uns fofos e eu super recomendo.

No fim das contas, foi a melhor coisa que eu fiz. Fiquei em casa, tirei fotos lindas na casa que eu amo de paixão, fiquei perto de toda a família e não fiquei nem um pouco estressada. Super indico.

Aliás, falando em indicar:

Luiz Fernando – Massagista e Fisioterapeuta

Contatos: (11) 9413-6436 ou fernandogalbiati@uol.com.br

Luiz Mufato – Maquiador e Cabelereiro

Contatos: (11) – 9277- 5295 ou luizmufato@yahoo.com.br – Site: http://luizmufato.zip.net/

😉

Eu nunca fui muito a favor de noivar. Quem me conhece sabe. Por isso, quando encontramos nosso apartamento decidimos a data do casamento e pronto!

Mas tem coisa que toda noiva tem que passar. Eu sou uma pessoa super decidida, por isso não foi difícil escolher o vestido. Foi o mais fácil e o primeiro item do meu “to do” a ser riscado. Mas tem coisas que são bem difíceis de se achar, e maquiador é uma delas.

Isso porque, obviamente, eu preciso ser diferente do mundo inteiro e ODIAR dia da noiva. Queria meu dia da noiva em casa, com a minha família, minha gata e minha cachorra. Em que salão as duas iam poder entrar????

Mas aí, na busca pelo maquiador, começou minha primeira aventura de “Bride to be”.

Eu tinha ido num casamento há pouco tempo e ele tinha sido super bem recomendado. Segundo a pessoa era baratinho* e, quando você está casando, ser baratinho não é bom. É MUITO bom!

Lá fui eu. Marquei com uma super amiga-madrinha para me acompanhar. Era um bate papo para conhecer o estúdio dele e entender como funcionava. Era como fazer uma “entrevista” com um maquiador, pra conversar, falar como eu queria o meu look,  pra conhecer o trabalho e ver os pacotes.

Papo vai papo vem e ele começou a mexer no meu cabelo sem eu nem perceber. 10 minutos se passaram e eu estava maquiada – aquele olho preto, esfumaçado lindo, cabelos ondulados e presos mas ainda não estava próximo do que eu queria. Ele olhou bem e falou: é mais ou menos isso o que a gente pode fazer no dia do seu casamento.

Eu gostei e me interessei, achei que o moço tinha potenncial. E aí veio a hora chata da coisa: “Fulano, e aí? Como podemos fazer para a prova e o dia do casamento? Quais são os preços?”

Ele, muito pomposo me explicou os preços:”Ah. Maquiagem e cabelo da noiva: R$1.200,00, Maquiagem da mãe e madrinhas: R$500,00…”

(Neste momento eu me questionava internamente sobre a prova. Toda noiva quer prova…Tá no pacote. E aquilo pra mim até então tinha sido um rascunho e não uma prova)

E pra completar a frase ele solta: “….E esta prova, que acabamos de fazer, sai por R$300”

WTF???? Ele fez uma prova e esqueceu de avisar só a parte financeira afetada pela coisa??? Eu fiquei bege, não sabia o que falar. Na verdade não tinha nem por onde começar. Não tinha argumento, afinal eu estava com o cabelo quase de capa de NOVA e completamente maquiada – mas mal e porcamente para ser uma prova do dia do meu casamento!

Fiquei chocada, saquei o checão e paguei o moço/a. Não tive coragem de peitar a cara-de-pau dele.

De lá fomos, como havíamos combinado, na Dona Redonda (Pizzaria delícia de moema/vila olímpia).Acho que devo ter sido a única pessoa na face da terra a gastar tanto dinheiro assim pra se arrumar e ir comer pizza….

* ser baratinho quando você fala em casamento é sempre em centenas. O “10 real” vira “mil real” em menos de um mês e você nem percebe.

Quem sou eu?


aventurasdecasada@gmail.com

Se cadastre para receber as atualizações do blog por email! ;)

Junte-se a 57 outros seguidores